(011) 2227-9040


(011) 94326-0089

Diferença entre cólica renal e pedra na vesícula

Sexta, 14 de setembro de 2018


Diferença entre cólica renal e pedra na vesícula

É muito comum que alguns pacientes cheguem ao hospital no Tatuapé - SP com dúvidas sobre o verdadeiro diagnóstico de seu problema, apresentando sintomas que acabam por confundi-los sobre seu quadro clínico. Uma confusão frequente é a diferença entre cólica renal e pedra na vesícula, que apresentam similaridades entre si. E é sobre estas diferenças e proximidades que o Hospital Sílvio Romero aborda neste artigo.

Os cálculos renais ocorrem no sistema urinário (rins, ureteres, bexiga e uretra). Já os cálculos biliares afetam o sistema biliar, como vesícula biliar, ductos cístico, hepáticos e colédoco. O cálculo renal, conhecido popularmente como pedra no rim, é uma pequena massa sólida formada a partir de pequenos cristais. O cálculo pode ser encontrado tanto nos rins quanto em qualquer outro órgão do trato urinário.

Por outro lado, as pedras na vesícula, ou cálculos biliares, se referem à presença de um ou mais cálculos na vesícula biliar ou nos dutos biliares. O sistema de dutos biliares (duto cístico, hepáticos e duto colédoco) comunicam a vesícula biliar à primeira porção do intestino delgado, conhecida como duodeno. A bile, produzida no fígado e armazenada na vesícula biliar, a qual é necessária à digestão e absorção de gorduras segue o caminho dos dutos biliares. Os cálculos biliares são formados pela aglomeração de cristais.

A cólica biliar não complicada é caracterizada por dor abdominal de início súbito, mais frequentemente na parte da frente do abdome e do lado direito do corpo. A dor é de forte intensidade, pode estar associada a náuseas ou vômitos e pode ou não responder aos antiespasmódicos administrados por via oral. A cólica renal é bastante conhecida por ser de forte intensidade, também associada eventualmente a náuseas e vômitos. Localiza-se na parte do dorso (costas) no lado do corpo em que o cálculo está em movimento e pode irradiar para a região genital.

Gostou das informações? Entre em contato com o Hospital Sílvio Romero e agende a sua consulta com um de nossos especialistas. Estamos prontos para atendê-lo!

 

Voltar