PRONTO ATENDIMENTO
SEG A SÁB - 7H AS 19H
(11) 2227-9040 / (11) 94326-0089
Facebook - Hospital Sílvio Romero
Instagram - Hospital Sílvio Romero

Qual o mais indicado tratamento para dificuldade de urinar? Saiba mais sobre o aumento da glândula da próstata, responsável por causar o problema.

Dicas de Saúde - Hospital Sílvio Romero

É muito comum que, todos os dias, os urologistas no Tatuapé – SP recebam inúmeros pacientes, especialmente homens que já estão na chamada “terceira idade”, que apresentam uma queixa em comum: a constante dificuldade para urinar. Dentre as possíveis causas, que devem ser investigadas através da realização de exames específicos, a hiperplasia prostática benigna destaca-se como um frequente diagnóstico. Nestes casos, qual o mais eficiente tratamento para dificuldade de urinar? Este é o assunto que os especialistas em urologia no Anália Franco – SP abordam neste artigo.

Por definição, a hiperplasia prostática benigna caracteriza-se pelo aumento excessivo da glândula da próstata, responsável pela produção do líquido que nutre e transporta os espermatozóides. De acordo com pesquisas, metade dos homens com mais de 50 homens apresenta um determinado nível de crescimento dessa glândula. Destes, cerca de 30% necessitam de intervenções cirúrgicas como forma de tratamento para dificuldade de urinar.

No entanto, apesar de exigir atenção, o problema não deve ser motivo de desespero. Os urologistas no Tatuapé – SP, do hospital Sílvio Romero, afirmam que a HPB não possui relação com o câncer. Ele se desenvolve devido ao fato de que, com o avançar da idade, o número de células que nascem na região supera a quantidade daquelas que morrem, fazendo, assim, com que a área de expanda. O problema ocorre quando tal inchaço empurra a bexiga, impedindo a movimentação da urina através da uretra.

Deste modo, os sintomas mais frequentes são o jato urinário fraco e intermitente, ao mesmo tempo em que há vontade constante de ir ao banheiro. Em casos mais graves, o paciente pode chegar a desenvolver infecções urinárias. No entanto, o tratamento para dificuldade de urinar existe. Desenvolvido por um brasileiro, o método cirúrgico minimamente invasivo tem recebido destaque em todo o mundo como tratamento para hiperplasia prostática benigna.

A técnica consiste na inserção de um cateter na artéria da virilha do paciente, que transita pelo sistema circulatório até a glândula da próstata, onde injeta micropartículas de resina na região, no intuito de entupir alguns vasos sanguíneos, provocando, assim, a redução de suas dimensões. Caso você queira saber mais sobre o procedimento, encaminhe-nos uma mensagem e agende a sua consulta com o médico urologista no Tatuapé – SP do Hospital Sílvio Romero.

Rua Fernandes Pinheiro, 268
CEP 03308-060 - Tatuapé - São Paulo

Receba Nossa Newsletter