Urologia / Prótese Peniana Inflável

(11) 2227-9040contato@hospitalsilvioromero.com.br

As próteses penianas são soluções para homens diagnosticados com disfunção erétil (de origem orgânica ou psicológica), que não respondem ao tratamento com medicamentos.

As próteses penianas são indicadas apenas em casos específicos de disfunções eréteis orgânicas. Tais como:

• Neuropatias
• Diabete melito
• Trauma pélvico
• Doença de Peyronie
• Radioterapia pélvica
• Priapismo seguido de disfunção erétil grave
• Uso crônico de drogas que interferem na ereção
• Vasculopatias e doenças arterioescleróticas difusas
• Cirurgias pélvicas ou perineais radicais (extirpação de câncer de próstata),
• Hipogonadismo secundário ou mesmo primário que não responde a tratamento clínico
• Disfunção erétil que não responda a tratamento clínico, seja inibidor de fosfodiesterase (Viagra, Levitra ou Cialis) ou injetável intracavernoso.

Existem diferentes tipos de próteses penianas, dentre eles, as infláveis, criadas em 1973 por Scott e Bradley. Desde então as próteses infláveis estão em constante aperfeiçoamento e, com o passar dos anos, alcançaram um índice de 90% de confiabilidade por parte dos pacientes.

Os principais modelos disponíveis no mercado são:

Próteses de dois volumes

Formada por dois cilindros infláveis conectados a um reservatório e a uma bomba, que pode ser acomodada em qualquer local da bolsa escrotal.

O modelo encurta o tempo cirúrgico, pois não requer a colocação de reservatório no abdome inferior, possui mecanismo de inflação e deflação simples e de fácil manuseio.

• Próteses de três volumes

Existem diferentes modelos de próteses de três volumes, todos caracterizados pela colocação da bomba no escroto, reservatório abdominal e habilidade para manusear.

As próteses de três volumes são as que produzem ereções com maior semelhança às naturais, porém, pode realizar auto-inflação após a realização de exercícios. Para evitar esse problema o paciente deve manter o reservatório cheio nas primeiras semanas do pós-operatório.

Pré e pós-operatório

Torna-se obrigatório o uso repetido de três a quatro vezes nas primeiras quatro semanas de pós-operatório, para evitar a formação de aderências. Após esse período o paciente recebe instruções sobre o uso da prótese e é liberado a utilizá-la após completar seis semanas.

O êxito da cirurgia proporciona ao paciente inúmeros benefícios que não estão relacionados apenas ao bom funcionamento do organismo. Após o implante de prótese peniana os homens voltam a sentir satisfação pessoal e, com isso, melhoram drasticamente sua autoestima.


[«] voltar para Urologia

Agendar consulta

Newsletter

Unidades

Unidade Tatuapé

R. Fernandes Pinheiro, 268. CEP:03308-060

Unidade Jardins

Av.Brigadeiro Faria Lima, 2391, Cj11. CEP: 01452-000

Mídias Sociais

Contatos

Telefones: (011) 2227-9040
(011) 93801-8503
E-mail: contato@hesr.com.br
WhatsApp: (011) 94716-6751

© Copyright 2015 . Hospital de Especialidades Sílvio Romero . Todos os direitos reservados