Cirurgia Vascular / Varizes

(11) 2227-9040contato@hospitalsilvioromero.com.br

Varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem sob a superfície da pele. Dependendo da fase em que se encontram, a dilatação das veias pode ser de pequeno, médio ou de grande calibre.

As veias mais acometidas pela doença varicosa são as dos membros inferiores: nos pés, pernas e coxas. Algumas pessoas apresentam minúsculas ramificações (vasinhos), de coloração avermelhada e/ou azulada. Estes casos costumam ser assintomáticos e provocam apenas desconforto estético em seus portadores. Esses pequenos vasos são de localização intradérmica.

Quem tem Varizes?

Nem todo mundo tem varizes. Calcula-se que 18% da população adulta tem varizes. Só no Brasil estima-se que mais de 20 milhões de pessoas carregam esta doença e, dessas pessoas, as maiores vítimas são as mulheres, decorrentes dos hormônios femininos, principalmente a progesterona que favorece a dilatação das veias.

As varizes aparecem a partir de 30 anos de idade e, podem ir piorando com o passar os anos. O aparecimento das varizes é pouco frequente antes dos 30 anos. Entretanto, as microvarizes ou aranhas vasculares, também chamadas de vasinhos, podem aparecer em pessoas bem mais jovens.

Fatores que contribuem ou agravam os casos de varizes

História Familiar - A hereditariedade é o principal fator de risco para se ter varizes. Se há uma incidência de varizes na família, a sua chance de ter a doença vascular será maior.

Obesidade - O excesso de peso aumenta a pressão sobre as veias e dificulta o retorno venoso. As pessoas obesas são mais propensas a terem varizes nos membros inferiores.

Temperatura - A exposição ao calor por tempo prolongado pode provocar dilatação das veias. Nos países mais frios, há uma incidência menor de varizes. Portanto, cuidado com a exposição excessiva ao calor do sol, das saunas, dos fornos, etc.

Tabagismo - O cigarro contém substâncias que agridem as paredes das veias, causando a dilatação e aumentando as chances de desenvolver varizes.

Gravidez - A gravidez provoca varizes, pois o corpo da mulher sofre várias alterações durante o período de gestação. Primeiro aumenta a quantidade de sangue circulante, aumentando o trabalho das veias. Por isso, aumenta a quantidade da progesterona, que é o hormônio responsável por dilatar as veias. Outro fato que acontece na gestação: o útero aumenta de tamanho e aos poucos vai comprimindo as veias do abdômen e da região pélvica da mulher, criando um obstáculo para a subida do sangue das pernas para o coração. Geralmente as varizes que aparecem durante a primeira gravidez desaparecem após o parto.

Sedentarismo - Movimentar as pernas é essencial para bombear o sangue das veias. Não exercitar as pernas, ficar muito tempo sentado ou em pé e parado, é prejudicial para o trabalho das veias. Os exercícios, principalmente os aeróbicos, são importantes para a circulação corporal e evita as varizes.

Pílulas anticoncepcionais e Reposição hormonal - Os anticoncepcionais tem alta quantidade de hormônio que provoca a dilatação das veias. Por isso que alguns pesquisadores já responsabilizam os hormônios anticoncepcionais pelo aparecimento de varizes em mulheres jovens. O Fórum da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular adverte inclusive para os cuidados que devem ser tomados com os remédios usados para a área terapêutica de reposição hormonal.

Sintomas de Varizes:

A principal queixa é a estética, já que as veias ficam dilatas, escuras e aparecem na pele. Mas outros sintomas devem ser levados em conta no caso das varizes:

• Presença de veias azuladas e muito visíveis abaixo da pele;
• Agrupamentos de finos vasos avermelhados que alguns pacientes referem como "pequenos rios e seus afluentes";
• Queimação nas pernas e planta dos pés;
• Inchaço, especialmente nos tornozelos ao final do dia;
• Prurido ou coceira;
• Cansaço ou sensação de fadiga nas pernas;
• Sensação de peso nas pernas;
• Pernas inquietas;
• Cãimbras.

Prevenção de Varizes

Se você tem propensão a ter varizes, principalmente se há histórico de doença vascular na família, você pode prevenir o aparecimento das varizes com simples mudanças de hábitos na sua vida:

- Evitar permanecer em pé ou sentado por períodos prolongados;
- Evitar banhos quentes, saunas, exposição prolongada ao sol;
- Evite roupas justas;
- Use saltos baixos;
- Faça exercícios físicos com regularidade;
- Controle do excesso de peso.

Tratamento de Varizes

Existem diferentes tipos de tratamentos para as varizes. Porém, o tratamento mais eficiente são as medidas para prevenir as varizes. Quando as medidas preventivas não são mais suficientes, o médico angiologista ou vascular poderá indicar o tratamento que mais se adequar ao seu caso:

Escleroterapia química - Técnica muito utilizada para as microvarizes (vasinhos) e para as varizes de calibre muito pequeno. Consiste na injeção de substâncias esclerosantes que expulsam o sangue para as veias normais e entopem as veias que estão sendo tratadas. Existem diversos tipos de produtos esclerosantes (glicose, polidocanol, microespuma, entre outros). Embora essas injeções precisem ser repetidas em algumas veias, a escleroterapia costuma ser muito eficaz e com excelentes resultados quando realizada por médicos experientes.

Cirurgia - As cirurgias de varizes estão cada vez menos agressivas. A maioria das varizes podem ser realizadas através de mini-incisões e o tempo de internação hospitalar raramente precisa passar de 24 horas. As varizes retiradas numa cirurgia não provocam danos à circulação, uma vez que as outras veias normais e o sistema venoso profundo normal se encarreguem de garantir o fluxo de retorno.

Laser escleroterapia - A escleroterapia com laser está em evolução e ainda não substitui a escleroterapia química. Não pode ser aplicada em todos os tipos de pele e ainda não demonstram resultados tão bons nos vasos de calibre maior. Novas tecnologias com laser em desenvolvimento poderão ampliar a sua utilização. No Brasil, alguns médicos fazem o tratamento misto: laser e injeções.


[«] voltar para Cirurgia Vascular

Agendar consulta

Newsletter

Unidades

Unidade Tatuapé

R. Fernandes Pinheiro, 268. CEP:03308-060

Unidade Jardins

Av.Brigadeiro Faria Lima, 2391, Cj11. CEP: 01452-000

Mídias Sociais

Contatos

Telefones: (011) 2227-9040
(011) 93801-8503
E-mail: contato@hesr.com.br
WhatsApp: (011) 94716-6751

© Copyright 2015 . Hospital de Especialidades Sílvio Romero . Todos os direitos reservados